quarta-feira, 21 de setembro de 2011





Médicos do MA param atendimento a todos os planos de saúde hoje

 

Somente Amazonas, Roraima e Rio Grande do Norte não aderiram ao boicote ao planos. Conforme entidades, não serão atendidas consultas e cirurgias eletivas.


Entidades médicas esperam mobilizar 120 mil dos 160 mil médicos que atuam na saúde suplementar.

 
 Médicos de 23 Estados e do Distrito Federal vão paralisar o atendimento a parte dos planos de saúde nesta quarta-feira. Apenas em Roraima, Amazonas e Rio Grande do Norte, os atendimentos serão totalmente mantidos, pois as entidades médicas consideram avançado o grau de negociação com as operadoras.

Essa é a segunda etapa do movimento que reivindica reajuste na tabela de honorários médicos, estabalecimento de reajustes periódicos e fim de interferências dos convênios nas decisões médicas.


Estas demandas levaram médicos do país a suspenderem atendimento aos planos de saúde em abril. Agora serão boicotados atendimentos aos planos que não negociaram ou não apresentaram propostas de reajuste consideradas adequadas.

Como as negociações ocorreram descentralizadamente nas 27 unidades da federação, cada Estado tem uma lista de planos que não serão atendidos nesta quarta-feira. Os mais frequentes, segundo levantamento das entidades médicas, são Amil, Hapvida, Geap, 

Caixa, Cassi, Correios, Golden Cross e SulAmérica.
O atendimento a todos os planos será suspenso em nove estados: Ceará, Espírito Santo, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Tocantins. Nos demais estados, o boicote dos médicos será a apenas alguns planos de saúde

As entidades médicas esperam mobilizar 120 mil dos 160 mil médicos que atuam na saúde suplementar. Os atendimentos de urgência e emergência serão mantidos.

Confira a lista dos planos que serão atingidos pela paralisação:


Acre: Unimed, Assefaz, Casf, Caixa Econômica, Cassi, Capesep, Correios, Eletronorte, Embrapa, Fassincra, Geap, Sesi/DR/AC, Plan – Assiste e Conab
Alagoas:
Smile, Hapvida, Amil e Unimed
Amapá:
SulAmérica, Amil e Grupo Unidas (Plan – Assiste, Geap, Fassincra, Eletronorte, Embrapa, Assefaz, Cassi, Capesaúde, Caixa Econômica, Correios, Embratel)
Bahia:
Amil, Medial, Hapvida, Norclínicas/Intermédica, Life Empresarial, Geap, Cassi, Petrobras, Golden Cross e Promédica
Distrito Federal:
Amil, Bradesco, Golden Cross e SulAmérica
Ceará:
todas as operadoras
Espírito Santo:
todas as operadoras
Goiás:
Imas, Geap, Golden Cross, Itaú, Mediservice e SulAmérica
Maranhão:
todas as operadoras
Mato Grosso:
todas as operadoras
Mato Grosso do Sul:
todas as operadoras
Minas Gerais:
todas as operadoras
Pará:
Hapvida, Grupo Lider, Cassi, Ipamb, Iasep, Geap e hospitais militares (Polícia Militar, Naval e Exército)
Paraíba:
Geap, Amil, Smile, Hapvida, Norclínica, SulAmáerica e Saúde Excelsior
Paraná:
todas as operadoras
Pernambuco:
Samaritano Viva, Ideal Saúde, Golden Cross, Real Saúde, América Saúde, Hapvida/Santa Clara
Piauí:
Capesaúde, Cassi, Correios Saúde, Geap, Saúde Caixa e Uniplam
Rio de Janeiro:
todas as operadoras
Rio Grande do Sul:
Afivesc, Assefaz, Bacen, Bradesco, Cabergs, Caixa, Canoasprev/Fassem, Capesesp, Casembra, Casf, Cassi, Centro Clínico Gaúcho, Conab, Doctor Clin, ECT, Eletrosul/Elos, Embratel, Fassincra, Geap, Golden Cross, Infraero, IRB, Petrobras, Petrobras Distribuidora, Plan Assist, Proasa, Pró-Salute, Sameisa, Serpro, Sesef, SulAmérica, Unafisco, Usiminas e Wal-Mart.
Rondônia:
Unimed, Ameron, SulAmérica e Bradesco
Santa Catarina:
todas as operadoras que atuam no estado, exceto Assefaz, Saúde Caixa, Capesesp, Cassi, Celos, Correios Saúde, Conab, Eletrosul, Embratel, Elos Saúde, Fassincra, Cooperativas Médicas e Funservir
São Paulo:
Ameplan, Golden Cross, Green Line, Intermédica, Notre Dame, Prosaúde, Blue Life, Dix Amico, Medial, Geap e Volkswagen
Sergipe:
operadoras que atuam no estado, exceto Assec/Cehop, Assefaz, Cagipe, Camed, Capesep, Casec, Casembrapa, Casse, Cassi, Cassind, ECT, Embratel, Fachesf, Fassincra, Pasa, Petrobras, Petrobras Distribuidora, Plan Assiste, Proasa, Saúde Caixa e Sesef
Tocantins:
todas as operadoras

 
 Fonte:  G1 e Folha de S.Paulo

Nenhum comentário:

Postar um comentário